Tag Archives: rise up

SABES O QUE É O INDECT ? … DEVIAS SABER !

SABES O QUE É O INDECT ? … DEVIAS SABER !.

O QUE É ISSO DO INDECT ?

(Intelligent information system supporting observation, searching and detection for security of citizens in urban environment)

No seguimento de várias acções de sensibilização que ocorreram um pouco por todo o mundo, publicamos aqui um texto sobre o INDECT, orientado principalmente para quem pela primeira vez entra em contacto com esta matéria.

Mais uma vez apelamos a todos os nossos leitores que completem esta informação através de comentários, links, vídeos ou outra qualquer forma de ajudar a informar quem ainda não esteja informado.

Esperamos contribuir para que possam,
não só concordar ou não …
mas em primeiro lugar, saberem do que se trata.

ACERCA DE CENÁRIOS IMPOSSIVEIS …

Desde miúdos que vemos filmes ou lemos livros sobre cenários futuristas absolutamente fantásticos. A criação artística humana envolve-nos em obras como as de George Orwel “1984” que mais tarde viria a dar origem a um filme com o mesmo nome, ou como o “Admirável Mundo Novo” de Aldous Huxley, e leva-nos para formas de organização de sociedades um pouco diferentes daquilo que estamos habituados a conceber.

Completamente impossíveis, claro … que nem raça humana nem povos se deixam controlar e manipular por meia dúzia de imbecis feitos lideres, por mais avançadas que sejam as suas maquinas de propaganda ou de controlo sobre as pessoas, pois não?

… Nem sequer vimos isso acontecer
até agora na nossa História Global? …

Pois não? …

De facto, os avanços tecnológicos são brilhantes, porém, temos a natural tendência de considerar o nosso mundo como algo estático, concebendo certas tecnologias, dispositivos e cenários como pura ficção, invenção, ou como parte de um mundo bem distante do qual não vamos fazer parte, porque vistas bem as coisas, nem os nossos netos, serão vivos nessa altura, quanto mais nós, embora racionalmente, visualizarmos e compreendermos as mudanças.

Lembro-me bem de ver a minha Galactica, o Star Trek, Guerra das Estrelas, Buck Rogers, Espaço 1999, etc e pensar que aquelas coisinhas pequenas que eles tinham com eles e utilizavam para falar para as naves ou para alguém do outro do planeta, nunca seriam parte do meu dia-a-dia de tão fantástico que eram … mas hoje são, e tenho 2 … e vocês também, pelo menos um aí ao pé de vós.

BENVINDOS … AO MUNDO INDECT

As cameras de vigilância estão para o INDECT assim como os velhos gramofones estão para o mais modernos sistemas audio disponíveis em qualquer loja, e são completamente ultrapassadas, não propriamente no conceito, mas tecnologia, potencialidades e implicações para o cidadão comum.

Estas novas cameras estarão ligadas a centrais e servidores informáticos que fornecem uma base de dados de informações pessoais sobre os cidadãos, sendo esta a base deste sistema.

Estas cameras farão o casamento entre as vossas “fichas”, existentes neste banco de dados e a vossa imagem através de reconhecimento facial … CAMERAS COM RECONHECIMENTO FACIAL.

Isso mesmo!

Este sistema tornará possível a vossa monitorização pessoal em tempo real enquanto vão ao centro comercial, ou ver o jogo de futebol, apanham o metro ou o comboio, quando saírem ou entrarem no vosso trabalho (e porque não durante?), quando conduzirem, ou simplesmente quando estiverem num qualquer parque de campismo convencidos que pelo menos durante uns dias, deixaram a vossa vida para trás, ou quando levam o cão á rua.

Quem vos monitoriza terá acesso á vossa localização, cruzada com os vossos dados pessoais, como sejam o carro que têm em vosso nome, o vosso registo criminal, registos bancários, fiscais e toda e qualquer informação adicional que possa lá entretanto ser colocada.

E terá também acesso a algo absolutamente impressionante! …

Um registo comportamental!

Ou seja, este sistema será capaz de registar para posterior análise e tratamento de dados a forma como andam, como se sentam ou levantam, os vossos tiques ou hábitos, os caminhos, ruas, transportes que têm por habito utilizar e a que horas …
e pasme-se :
Detectar anomalias comportamentais !

Parece-vos impossível?

Tenham só um bocadinho mais de paciência … Isto fica bem pior.

POLICIAMENTO? PREVENÇÃO DO CRIME ?

Estas cameras poderão ter incorporadas sistemas audio capazes de vos escutar, transmitir-vos ordens, interpelando-vos no meio da rua como se de um policiamento remoto se tratasse.

Pode-vos inclusive ser dada ordem de ficarem no local até á chegada de autoridades policiais. (por exemplo)

Poderíamos até achar isto seria fantástico!

Será que assim teríamos oportunidade de apanhar todos esses terroristas, pedófilos e criminosos que andam por aí? … Os taxistas assim viveriam mais descansados e os nossos filhos estariam vigiados no seu trajecto para a escola.

Mas vamos por um momento ser aqui um bocadinho honestos connosco próprios e ver as coisas como elas são realmente …

Até hoje os dispositivos de segurança mais avançados não são propriamente usados em vosso benefício. Estes têm sido bem melhor aproveitados por dúbias intenções de governos, agências de informação, multinacionais, grupos financeiros, ou mega-empresas … senão vejamos, apenas a título de exemplo: o principal objecto de combate ao “ciber-crime”, pelo que nos é dado a conhecer, não é o combate a redes pedófilas, não é o combate a crimes económicos, fraudes, desvios de dinheiro, violação de privacidade de usuários na net, ou contra outra qualquer actividade criminal que essa sim, vos prejudique directamente. A maior parte da legislação e medidas por partes dos vários governos que se envolvem nesta questão têm servido para prevenir que vocês “saquem da net” sem pagar, aquele filme do Spielberg ou aquela música da Lady Ga Ga, ou seja, tem servido para proteger a protecção dos interesses financeiros das empresas detentoras de direitos de copyright.

ENTÃO PARA QUE SERVE ISTO NA PRÁTICA?

Aquele banco a quem vocês devem 2 prestações? … Vai saber em tempo real onde vocês estão e se entenderem enviar lá alguém.

Aquela divida fiscal que ainda não conseguiram pagar? … O fisco vai saber também em tempo real que acabaram de comprar um pull-over novo.

Os 5 minutos que chegaram atrasados ao trabalho, ou o dia que acabaram por não ir ? … Quem vos emprega poderá ter acesso a informação detalhada sobre o que andaram a fazer e onde.

Aquela situação embaraçosa que não querem que ninguém saiba ? … Vai estar registada e utilizada se necessário e se for oportuno contra vocês.

Será possível o registo da vossa participação em manifestações ou acções sindicais (muito útil nos dias de hoje), eventos culturais, lúdicos, poderão ser registadas e controladas as vossas tendências religiosas, morais, sexuais, politicas … etc.

Serão todos estudados até á exaustão para fins comerciais e de manipulação de opinião publica … ou seja, como vos disse no inicio, as potencialidades deste monstro são imensas … e quanto maior for a tecnologia que com o tempo lhe for adicionada … mais “eficiente” a coisa fica.

Quem não deve não teme … correto?

Quem não faz nada de mal não tem de ter problemas, porém, eu quando vou á casa de banho também não faço nada de mal e não é por isso que permito que vá lá alguém tirar informações, medir ou analisar o que faço. (peço desculpa o grafismo mas … fiz-me entender, não fiz?)

E todos nós sabemos de leis que nascem com as melhores intenções (segundo nos dizem), e a que dada altura do processo, e sem ninguém nos explicar porquê nem como … a coisa muda.

E será que teríamos nós acesso á nossa “ficha” ? Ao nosso “dossier”, à consulta dos nossos dados? … O que acham?

A consulta e utilização desta “rede de informação” é instrumento de Governos, Multinacionais, Agências de Informação e, naturalmente … quem pagar muito bem.

Apenas uma pergunta: Vocês eram capazes de ficar descansados sabendo que um Vitor Gaspar, ou um Passos Coelho ou mesmo um Miguel Relvas teria o domínio de um sistema destes ? … Ou um Sócrates, um Seguro, um Paulo Portas, um Ulrich … ou porque não uma Merkel ou um Putin? …

E IMPLANTAR ISTO ?

Existe aqui um factor que ao início confesso que me fez pensar que este “projecto” estaria condenado desde o inicio ao fracasso.

Um sistema destes seria algo muito dispendioso de implantar … quem iria pagar câmaras por tudo quanto é rua? …

Pagam vocês!

Chegou-nos já a noticia de que está a ser realizada uma experiência piloto em Nashville, nos Estados Unidos, que se relaciona com este conceito.

Existem neste momento, nesta cidade, câmaras em tudo similares a uma qualquer câmara de vigilância, ligadas ao Facebook, permitindo a possibilidade de identificar qualquer pessoa desde que tenha conta no FB, cruzando a imagem recebida da camera com as fotos que posta no seu perfil. Estas câmaras estão a ser instaladas à entrada de lojas, bares, restaurantes.

Com isto, o cliente e usuário do FB terá direito a um pequeno desconto no cafezinho, no cappuccino, no livro, no par de meias, etc.

Ver aqui:

http://articles.latimes.com/2012/aug/10/business/la-fi-tn-facedeals-facebook-facial-recognition-20120810

Ou seja, este sistema pode muito bem começar a ser implantado, financiado pelos nossos hábitos de consumo … a partir daí, não há nada que uma taxa adicional no IRS ou um qualquer imposto adicional ou PPP não resolva, seja em que país for.

As bases de dados, já começam a existir, e como viram no link em cima, começam também vocês, sem querer, a contribuir para o seu enriquecimento.

Importa ainda referir que um sistema semelhante foi neste Verão testado em Londres por altura dos Jogos Olímpicos, e que propostas para a implementação dos moldes legais para a viabilização deste “Big Brother” encontram-se já no Parlamento Europeu.

Porém … ninguém vos fala nisto, ninguém discute isto em jornais, TV´s, rádios …

Confirmem informação por vocês próprios, pesquisem, busquem, falem com outros …

… Antes que seja tarde demais.

Ou querem deixar uma herança desta aos vossos filhos e netos?

Joao Anonimo
http://www.facebook.com/joao.anonimo.9

RiseUp Portugal
http://www.facebook.com/RiseupPortugal

Grupo no Facebook:

STOP INDECT
http://www.facebook.com/groups/428186723900082/?fref=ts

Links relacionados :
http://www.telegraph.co.uk/news/uknews/6210255/EU-funding-Orwellian-artificial-intelligence-plan-to-monitor-public-for-abnormal-behaviour.html #

http://www.hideproject.org/references/fp7_projects/ADABTS

http://webcache.googleusercontent.com/search?q=cache%3Ahttp%3A%2F%2Fwww.indect-project.eu%2F&hl=pt-BR&prmd=imvns&strip=1

http://www.cs.york.ac.uk/aig/projects/indect/

rise up

Advertisements

ANONYMOUS em guerra contra a pedofilia na Internet

Image

 

ANONYMOUS em guerra contra a pedofilia na Internet

Henrique Jales, conhecido como o pedófilo da TVI, após 12 vítimas confirmadas, recebe 5 anos de pena suspensa e sai do Tribunal em liberdade.

A pedofilia tem sido uma prática presente em todos os momentos da história da Humanidade. O conceito de pedofilia, que tem sido apenas vulgarmente associado a práticas criminais de atos sexuais contra crianças, pode estender-se também, a outros comportamentos de caráter sexual, ou uma intensa atração sexual, fantasias sexuais relativas a pessoas menores e, apesar de todas as considerações ou explicações patológicas que possam ser produzidas, este comportamento é, hoje, universalmente condenado.

Há mais de um ano que várias esferas do universo virtual ANONYMOUS têm mantido uma guerra com diversos sites, redes e seus responsáveis, que disponibilizam, vendem ou partilham, na Internet, pornografia infantil.

As partilhas destas redes pedófilas têm como objeto não só imagens de sexo explícito ou diversos tipos de violência física e psicológica contra menores, como também imagens de crianças ou jovens nas mais banais atividades com as mais diversas indumentárias que os consumidores deste tipo de serviços possam considerar “interessantes”. Daí os mais diversos apelos, tendo como alvo os usuários de toda a Internet e redes sociais, alertando para as consequências de partilhas públicas de imagens das suas famílias. Algumas destas redes forneciam também plataformas não só para a troca de experiências entre pedófilos como também para o assédio direto a menores através de fóruns e chats.

Desde a enorme ofensiva #OpDarknet, a #OpSafeKids, #OpLithChild ou a mais recente #OpPedochat, diversos grupos ANONYMOUS têm exposto dados concretos, de usuários e administradores de servidores.

Desde a boychat.org, annabelleigh.net, pedofilie.be e pedofilie.nl, underlicious.net, xperienceproject.com/groups/Love-Boy-Love,  youngcity.net e youngcity.org ou ainda cjat.org, são apenas alguns exemplos de alvos de organizações, sites, redes e fóruns alvo de ANONYMOUS (paste sobre alguns dos alvos aqui : http://pastebin.com/CzEe8aVX ou dados de users aqui http://pastebin.com/u9xjrBnU)

Este combate é travado também contra “organizações” que defendem o “amor homem/criança” publicamente, como os casos de modernblmag.net ; nambla.org ; reformsexoffenderlaws.org ou ainda ipce.info

(paste sobre alguns estes alvos aqui : http://pastebin.com/iKEpnKEc)

Esta guerra, estranhamente, tem sido mantida fora dos holofotes dos mais diversos canais média mundiais, não obstante os fantásticos resultados obtidos. A mesma comunicação social, tão dinâmica quando é feito (apenas a titulo de exemplo), um simples ataque DDOS a uma qualquer filial da JSD ou do Governo Reg. Madeira tornando o site indisponível por algumas horas (em Portugal), ou nos casos dos ataques realizados em protesto contra sites do FBI (nos Est. Unidos), , rotulando o Hacktivismo de práticas perigosas e criminosas de “piratas informáticos” como um mal universal a ser combatido, tem-se mantido silenciosa no que diz respeito á publicação por parte de ANONYMOUS de nomes de users e passwords, IPs e mesmo números de cartões de crédito de consumidores e distribuidores de pornografia infantil.

Mais de estranhar ainda, a inatividade de diversos órgãos de investigação policial na perseguição criminal a estas pessoas. A perseguição criminal é feita sim, a membros ANONYMOUS que mantêm estes sites indisponíveis e que invadem servidores roubando informação que poderia ser utilizada na deteção de pedófilos e redes pedófilas em plena atividade, ajudando a proteger crianças à volta do globo.

Uma transcrição de uma conversa entre ANONYMOUS e um responsável de um destes servidores, sugere uma explicação macabra. O responsável pelo site pedófilo “Lolita City”, a determinada altura ameaça os Anons :

“ some of the users of Lolita city are high level politicians, cardinals, and business men” …

… “we’ll make sure your lives are ruined for messing with us”

Tradução : “alguns dos users do Lolita City são políticos com altos cargos, bispos e homens de negócios” … “nós vamos fazer com quer as vossas vidas fiquem destruídas por se meterem connosco”

Toda a conversa aqui : http://pastebin.com/YHDnL3de

Existem, no entanto, algumas leis a serem aprovadas, e “novos” hábitos de servidores de redes sociais, que publicamente são anunciadas como meio de combate a este flagelo. Porém, desde a lei CISPA, ao mais recente anúncio da rede social Facebook que vai começar a monitorizar os chats privados entre usuários através da ativação de palavras chave, estas medidas são acolhidas pela maioria dos usuários da Internet, não como um meio de combater criminalidade, terrorismo ou as mais diversas ameaças aos cidadãos e sociedades supostamente livres, mas sim, como mais um instrumento de monitorização e controlo social, politico, comercial , de populações cada vez mais sujeitas à condenação de desvios às orientações comportamentais que lhes são impostas.

Para isso, contribuem exemplos, como o caso do FBI não ter efetuado qualquer investigação sobre os dados disponibilizados por ANONYMOUS em ações descritas acima, enquanto se acumulam condenações, detenções e processos criminais a quem faz o download do último filme de Spielberg ou do mais recente CD da Lady GAGA ou da Madonna.

Segundo os mais variados comunicados, provenientes das mais variadas zonas do globo, disponibilizadas por ANONONYMOUS, estas ações, embora não possam, por si só, por termo à pedofilia ou mesmo a toda a sua procura e oferta na Internet,  e cientes da interminável tarefa que têm pela frente, sujeitos eles à perseguição, não só de autoridades judiciais, policiais e governamentais, como de violentas organizações criminosas, estas operações não vão terminar e a guerra contra a pedofilia na Internet vai existir enquanto houver ANONYMOUS que respirem.

Contudo, e apesar de ser fortemente recomendado por estes grupos de ANONYMOUS, que pessoas sem capacidades técnicas e conhecimento informáticos, não tomem parte nestas ações, para salvaguardarem a sua própria segurança, não nos resta a nós senão enaltecer aplaudir, agradecer e divulgar.

We are ANONYMOUS

We are Legion

We do not forgive … We do not forget …

Expect us !

Inês Santos

Alguns links relacionados :

http://pastebin.com/HhSDfiEw – how to catch a pedophile

http://i.imgur.com/mwAvG.jpg – flyer às autoridades

http://pastebin.com/u/theanon0ne – dados sobre OP Pedochat

http://pastebin.com/u/opdarknet – dados sobre OP Darknet

http://pastebin.com/CzEe8aVX – sites com dados publicados

http://pastebin.com/u9xjrBnU – lista de users pedófilos no twitter da #OpTwitterPedoRing

Alguns vídeos relacionados :

http://www.youtube.com/watch?v=NRxrSsfXjmY

http://www.youtube.com/watch?feature=player_embedded&v=B6If7vTIf1A

Outros locais com informação :

http://par-anoia.net/

http://www.uri.edu/artsci/wms/hughes/ppitv.htm

via

RiseUp Portugal
http://www.facebook.com/RiseupPortugal